fbpx

A Automação e o Aumento da Margem de Lucro

| Luiz Augusto • 24/09/19

Como as empacotadoras podem significar lucro máximo?

O início da automação dos processos de uma linha de produção pode significar ganho em desempenho e produtividade, isso significa que a medida que os processos começam a ser automatizados, a margem de lucro em parâmetros gerais é otimizada.

Mas como iniciar a automação dos processos sem gastar muito?

A maneira mais simples para o início da automação é a aquisição de um equipamento capaz de unir alguns processos. Uma empacotadora automática é um exemplo de união de processos.

Os Processos

Com uma empacotadora, 3 processos são feitos de forma contínua: a dosagem de produto, o envase ou a formação dos pacotes e a selagem da embalagem, além disso, com as empacotadoras, existe a possibilidade de datar e cortar as embalagens no tamanho exato do seu design, bastando acrescentar ao equipamento um datador e um leitor de fotocélula, que é o responsável pela leitura de embalagens com demarcações, não permitindo o corte das mesmas em outro tamanho senão o correto.

 

 

O Custo x Benefício

É ponto pacífico que os processos de automação não impliquem num valor de investimento que comprometa a empresa financeiramente. Máquinas com o melhor custo x benefício são as mais procuradas, pois unem processos e otimizam a produção,  dessa forma elas proporcionam um aumento de competitividade para as empresas e junto a isso, os equipamentos como os descritos nesse artigo possuem a capacidade de aumentar em até 10 vezes a quantidade de produto finalizado e pronto para entrega, em apenas um dia.

Qual a melhor opção?

A melhor opção deve ser detectada a partir de três principais fatores, são eles:

  1. O tamanho da linha de produção;
  2. O tipo de produto que será embalado;
  3. O tipo de embalagem que será utilizada.

Ou seja, quando se tem uma linha de produção que produz em larga escala, é necessário entender que a margem de investimento pode ser maior, porque o equipamento adquirido deve dar conta de produzir um número maior de embalagens. Quando existe a produção de um número menor de embalagens é preciso ter em mente que sempre existirá o desejo de crescimento, dessa forma é importante que não seja adquirido um equipamento que seja utilizado em sua capacidade máxima. Equipamentos que dão margem ao crescimento podem ser mais eficazes.

Se o produto a ser embalado é alimentício e não será embalado a vácuo, as empacotadoras são uma ótima saída. Se forem embalados a vácuo, máquinas como dosadoras e seladoras a vácuo de câmara são de extrema importância para o ganho em produtividade. Se os produtos forem alimentícios e de origem animal, uma seladora a vácuo de dupla câmara é extrema eficácia e importância.

Uma empacotadora de líquidos é completamente eficaz, para uma produção de leite, de sucos ou de polpa de frutas. As empacotadoras automáticas são capazes de fazer todo o processo produtivo com produtos em grão ou em pó.

 

 

Veja também mais artigos como este em nosso blog e mantenha-se informado. Visite as nossas lojas físicas ou nossa loja virtual e fale com os nossos vendedores.

 

Cadastre-se em nossa newsletter e fique sabendo das novidades em seu e-mail!