fbpx

Como descartar corretamente os plásticos?

| Julia Marques • 04/06/21

Atualmente, o nosso planeta se encontra em diversas condições preocupantes e a reciclagem de plásticos não deve ser vista apenas como uma opção, mas sim como um dever de cada cidadão consciente.

Apesar disso, sabemos que muitas pessoas não realizam o descarte correto do plástico. Seja por falta de conhecimento ou por entender que essa atitude é muito complicada.

Um elemento até essencial em nossa vida, o plástico não deve ser encarado como um vilão. Desde que seja consumido, descartado e reciclado de forma responsável, correta e consciente, o material só tem a ajudar em nossa rotina no dia-a-dia.

Portanto, é preciso entender um pouco mais sobre o papel da reciclagem e como os plásticos podem ser descartados de modo a diminuir o seu impacto no meio ambiente.

O que é Reciclagem?

A reciclagem é um processo em que se transforma um resíduo sólido que não seria aproveitado, através de mudanças no seu estado biológico, físico ou físico químico.

Dessa forma, atribui-se novas características ao material para que o mesmo retorne como um produto ou até matéria-prima.

Além disso, a Reciclagem faz parte dos 3 R’s: reutilização, reciclagem e redução.

A  reutilização aplica e realoca os resíduos em outras funções ou usos. Já reciclagem consiste no processamento de um item. E a redução busca diminuir o consumo de alguns produtos ou materiais.

Por isso, entender o que é reciclagem é muito importante. Afinal, trata-se de pegar um material que talvez não tenha mais utilidade para algumas pessoas e transformá-lo em um novo item, sendo igual ou diferente do anterior.

Reutilização

Antes de tudo, é preciso analisar se a embalagem poderá ser reutilizada para outro fim.

Mas, se você não for reutilizar o material, é hora da próxima etapa.

Limpeza

É momento de certificar que a embalagem está vazia e não há nenhum resíduo dentro ou fora.

Caso tenha resíduos, utilize água para fazer a limpeza da embalagem.

É importante realizar a limpeza do material porque, até a coleta do material, alguns bichos podem surgir e dificultar a reciclagem. Por isso, lavar a embalagem antes de descartá-la.

Separação

O ideal é separar seu lixo em, pelo menos, duas latas.

Afinal, essa separação permite que você destine uma para o lixo comum, onde vão os alimentos, engordurados e itens úmidos, e a outra para o lixo seco, com materiais que podem ser reciclados, como: plásticos, metais, papéis e vidros.

Além disso, você também ajuda as pessoas que farão a destinação correta dos materiais recicláveis. 

O que são Plásticos?

Os plásticos são produtos da indústria de petróleo derivados do óleo, através do processo de refino do petróleo bruto, e do gás natural.

Além disso, para a obtenção dos produtos plásticos, utiliza-se a parafina e nafta, que integram a cadeia produtiva da indústria petroquímica.

E o segmento é responsável pela transformação dos diversos materiais que são derivados de petróleo em uma grande variedade de materiais.

Dessa forma, os plásticos também são utilizados para substituir materiais como aço, madeira e vidro, tudo graças ao baixo custo, pouco peso, maior resistência química/mecânica e o fato de serem recicláveis.

Contudo, a produção de plástico utiliza frequentemente a nafta. O material passa por um processo de craqueamento, em que as moléculas complexas são desconectadas e transformadas em moléculas simples, devido à quebra das ligações químicas.

Por isso, as moléculas simples são denominadas de monômeros. Os monômeros mais utilizados para a criação do plástico são: eteno e propeno. A partir da obtenção de várias moléculas, o futuro do plástico é definido.

Mas para chegar ao plástico, faz-se necessário uma última etapa: a polimerização. Nesse processo, através das reações químicas, as moléculas são agrupadas, ordenadas e formam o polímero.

Plásticos importantes para a reciclagem

Para contribuir com o nosso planeta e nos tornarmos mais conscientes das nossas atitudes, separamos alguns tipos de plásticos que podem ser reaproveitados pela indústria.

  • Plásticos de brinquedos
  • Garrafas pets
  • Sacos de plástico diversos
  • Canos de PVC
  • Potes de plástico diversos
  • Copos descartáveis
  • Para-choques de carros

E para entender a importância da reciclagem, devemos compreender os danos causados pelo descarte inapropriado de plásticos e outros resíduos.

Qual a finalidade do descarte correto do plástico?

Os materiais plásticos são classificados como recicláveis e podem ser reaproveitados.

Portanto, quando um material que pode ser reutilizado acaba sendo descartado incorretamente, demora alguns ou diversos anos para se decompor, o que gera uma quantidade maior de lixo acumulado e ainda dificulta a decomposição de outros resíduos.

Ou seja, a falta de conscientização sobre os reais danos do descarte incorreto acaba danificando o meio ambiente em grande proporção.

A eliminação de itens nas ruas, lagos, mares e outros lugares, aumentam a poluição e também interferem no habitat dos animais, produzindo um alto índice de mortalidade em várias espécies.

Leia mais: Quais os tipos de embalagens plásticas para alimentos?

Conscientização

A reutilização do plástico por iniciativas de reciclagem é muito importante, pois o material deixa de ser descartado incorretamente e se torna um novo produto.

E ao analisar a sociedade atual, é possível perceber a nova postura social das pessoas perante a necessidade de reciclar itens.

Por isso, é capaz que você tenha visto latas de lixo com os símbolos de plástico, papel, vidro e metal separadas por cores.

Portanto, além de facilitar a separação dos materiais, a atitude conscientiza a sociedade em relação à necessidade da preservação do nosso planeta.

Benefícios da Reciclagem dos Plásticos

A reciclagem previne impactos ambientais e visa manter o equilíbrio do meio ambiente, gerando economia dos recursos naturais;

Portanto, trabalha-se a conscientização em nível global acerca do cuidado com o planeta;

Além disso, favorece um consumo consciente ao apresentar os riscos de descartes incorretos;

E através desse incentivo, muitas cooperativas podem continuar trabalhando com a reciclagem;

Com isso, cria-se outras oportunidades de empregos, em especial para famílias de baixa renda;

Assim, a reciclagem dos materiais permite a sua reutilização e até aplicação em dispositivos geradores de energia, como sistemas fotovoltaicos.

Reciclagem energética

Um outro processo interessante para reciclar resíduos é a reciclagem energética, um processo de transformação dos materiais em energia térmica ou elétrica.

Ou seja, os resíduos que não podem ser reutilizados e reciclados, são fundamentais na reciclagem energética, afinal promovem a combustão.

Dessa forma, os materiais podem substituir o óleo diesel e combustível, possibilitando diminuir a exploração de combustíveis fósseis não renováveis.

Contudo, os resíduos como: restos de alimentos, materiais higiênicos descartáveis, plásticos e outros podem ser utilizados na reciclagem energética.

Entretanto, o material ideal para esse processo é o plástico. Por ser um derivado do petróleo, possui alto poder calorífico e viabiliza a produção energética.

Detalhe: A energia contida em 1kg de plástico tem o mesmo poder energético de 1kg de óleo diesel.

Como funciona o processo?

A energia elétrica ou térmica pode ser obtida a partir da utilização do vapor como resultado da queima dos resíduos.

Dessa forma, o vapor movimenta as pás ligadas em uma turbina. O movimento de energia cinética provocado pelo vapor é utilizado para gerar energia elétrica.

Assim, o movimento produzido pelo eixo da bobina modifica o fluxo do campo magnético do gerador e, com essa alternância no fluxo do campo magnético, a energia elétrica é produzida.

Para termos ideia, os plásticos são capazes de produzir aproximadamente 650 kWh de energia por tonelada de resíduo. Essa quantidade de energia é capaz de manter uma casa grande com até 5 pessoas por 1 mês.

A incineração dos resíduos, visando a transformação em energia, é uma forma viável de destinar corretamente aqueles plásticos que não são recicláveis.

Porém, esse processo ainda não está presente no Brasil.

Leia mais: Tipos de Embalagens e Plásticos para Seladoras

Descarte seus resíduos de forma adequada

Como nós já dissemos, o plástico deve ser descartado de forma consciente para que possa ser reutilizado.

Então, separe os itens recicláveis e os orgânicos para facilitar o descarte. Além disso, você pode descartar os materiais em lixeiras de coleta seletiva.

Por isso, se informe sobre a coleta ou locais de descarte dos resíduos. Alguns locais são conhecidos como postos de reciclagem e auxiliam no sustento de profissionais da área.

Ou seja, além de cuidar do meio ambiente, você pode ajudar outras pessoas a construírem um futuro melhor.

Importante ressaltar que todas essas atitudes buscam a garantia de um futuro melhor para o nosso planeta e também para as futuras gerações.

Afinal, nós podemos fazer a diferença ao descartar corretamente o plástico. 

Continue acompanhando o Blog da Cetro para novos conteúdos que podem contribuir com seu crescimento pessoal, profissional e empresarial.

Cadastre-se em nossa newsletter e fique sabendo das novidades em seu e-mail!